Autora: Beth Fantaskey

Lançamento: 2010
Editora: Sextante
Páginas: 295

Jessica Packwood levava uma vida tranquila no interior da Pensilvânia e esperava ansiosamente pelo início do último ano escolar. Seus planos eram se formar e conseguir uma bolsa de estudos para a faculdade, ganhar a olimpíada de matemática e namorar seu colega Jake Zinn.
Mas aí um novo aluno esquisitão (e muito gato) chamado Lucius Vladescu aparece do nada, dizendo que Jessica pertence à realeza vampírica e lhe foi prometida em casamento para selar a união entre os clãs mais poderosos dos vampiros. E de repente Jessica percebe que sua vida está prestes a virar de pernas para o ar.

Para completar, Lucius fica hospedado na casa dela e faz de tudo para conquistá-la e atrapalhar seu flerte com Jake. Com a desculpa de que está fazendo intercâmbio, ele gruda em Jessica na escola e humilha todos os outros alunos da aula de literatura. O romeno esnobe e perfeitinho tira a garota do sério, mas logo começa a se encantar pelo estilo de vida local e arever seus conceitos.
Jessica, por sua vez, vivencia uma importante autodescoberta e sofre uma transformação física e psicológica, fazendo as pazes com o seu passado e chegando a uma encruzilhada: ela deve ignorar o pacto de casamento e tocar sua vida simples ao lado da família e do namoradinho do colégio ou se abrir para uma experiência surreal e se unir a Lucius por toda a eternidade?
Em seu livro de estreia, Beth Fantaskey mesclou humor, fantasia, romance e terror para criar uma história surpreendente. Repleto de tiradas sarcásticas, diálogos divertidos e personagens complexos, Como se livrar de um vampiro apaixonado apresenta uma nova forma de enxergar os mortos-vivos mais atraentes da literatura mundial.


Bom eu sou suspeita em fazer a resenha Como se Livrar de um Vampiro Apaixonado, porque eu simplesmente amo esse livro. Depois que li Crepúsculo eu me apaixonei por romance sobrenatural, comecei a procurar livros desse gênero e foi com essa busca que encontrei esse livro.
Eu não tinha uma grande expectativa para o livro, porque eu pensava que nunca poderia encontrar uma historia como a que Stephanie Meyer tinha criado, mas eu amei a historia, não é comum e me prendeu desde a primeira página.

O enredo da história se passa nos Estados Unidos e é narrada por Jessica Packwood uma adolescente de 17 anos quase normal (ela tem um talento pra cálculos) que vive na fazenda com seus pais veganos. Tudo esta maravilhoso, ate a chegada de um estranho que vai fazer Jessica perder a cabeça (em todos os sentidos "literalmente" kkkk) com suas roupas e seu modo de falar do século passado e a convicção de que é um vampiro.

Agora imagina que você acredita em tudo que possa ser explicado pela razão e de repente chega um maluco dizendo que é Lucius Vladescu, um vampiro da realeza e que você é sua futura esposa e rainha vampira de uma nação? O que você faria? Pois é, uma loucura né? kkkk.

– Estou cansado da sua ignorância. – Ele chegou mais perto de mim, inclinando-se. – Como seus pais se recusam a informá-la, eu mesmo darei a notícia. E vou fazer isso do modo mais simples. – Ele apontou para o próprio peito e anunciou como se falasse com uma criança: – Eu sou um vampiro. – E apontou para o meu peito. – Você é uma vampira. E vamos nos casar assim que você alcançar a maioridade. Isso foi decretado desde o nosso nascimento.

Eu dei muitos sorrisos bobos, dei muitas gargalhadas (gente esse livro é super engraçado kkk), chorei, fiquei com raiva de certos personagens e quando falo certos personagens, estou falando de Faith (gente vocês não tem ideia de como me deu vontade de matar essa garota kkkk) e de uns vampiros velhos que acham que sabem de tudo (O tal do Tio Vasile é o pior), mas fazer o quê? Eles são vilões.
O livro é incrível, a autora desenvolveu muito bem sem ficar cansativa, gente o que dizer dos personagens? (e o que dizer do cavalheirismo de Lucius? “Amo, amo, amo” kkk)

Depois, para minha surpresa total, Lucius passou os dedos pelos meus cachos e puxou-os num coque torcido, grande e frouxo, no topo da minha cabeça. De repente meu pescoço pareceu muito comprido. – É essa a aparência que uma princesa romena deve ter – disse, aproximando-se para sussurrar no meu ouvido. – Nunca mais diga que você não é inestimável, Antanasia. Ou que não é linda. Ou, pelo amor de Deus, que é “gorda”. Quando sentir vontade de cair nessa autocrítica ridícula e sem sentido, lembre-se de si mesma neste momento.

Cada um tem sua própria personalidade, cada um com seus defeitos e suas qualidades completam o pacote de uma leitura rápida e com gostinho de quero mais.
Eu li enquanto almoçava, quando ia dormir (e confesso que às vezes sem dormir, só pra saber o que iria acontecer no próximo capítulo kkkkk), quando acordava. Na verdade eu li ele no ano passado pela 1° vez e reli pra fazer essa resenha pra vocês (e também porque queria muito reler essa trama kkk). Eu recomendo muito Como se Livrar de um Vampiro Apaixonado, leiam e eu sei que vocês também vão amar.
Gostou da resenha? Comenta aqui em baixo, ok?
Beijos e até a próxima.

2 Comentários

  1. Oi, Kalita!

    Também sou suspeita, adoro esse livro! hahahah

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é incrível e a continuação mais ainda. Breve vou fazer a resenha da continuação. Obrigada pelo comentário, beijos!!!

      Excluir

Olá, tudo bem? Espero que sim. Sua visita é uma alegria para mim, mas ficaria muito mais feliz com um comentário seu.
Beijinhos!