Autores: Leonardo Otaciano e Matheuz Silva

Gênero: Terror, Suspense
Lançamento: 2016
Páginas: 132
Editora: Fonzie
Adicione no Skoob
Compre o livro físico: Editora Fonzie
Compre em versão digital: Amazon

SINOPSE: Acervo sombrio de Leonardo Otaciano e Matheuz Silva ocupado por tétricos vilões, criaturas sobrenaturais, elementos sanguinários, jovens possessos e um medonho palhaço, seres presenciados pelo leitor em âmbitos excêntricos e corriqueiros. O medo será um louvável companheiro durante as descobertas nefastas destes recontos.


Olá fofoqueiros,
Como estão vocês? Realmente espero que estejam bem. A fofoca de hoje é sobre um tal palhaço arrepiante (ênfase no "arrepiante"), vamos fofocar sobre um dos contos do livro "Loui, o Palhaço Medonho & Outros Contos Sombrios" dos autores Leonardo Otaciano e Matheuz Silva. Não sei se vocês lembram, mas já fiz resenha de outro conto desta mesma obra, pra quem quiser ver é só clicar (aqui!).
Bom, essa resenha vai ser breve (#SQN), mesmo sendo uma fofoqueira, não quero dar spoiler do livro, ok? Então vamos lá.


O conto vai falar de Nícolas Otávio e seus quatro amigos: Phil, Arnold, Nestor e Dan. Cada um bem diferente do outro, mas que mesmo com as diferenças conseguem conviver. Loui vive atentando o pobre Otávio (como o garoto prefere ser chamado), aparece em qualquer lugar da casa e até mesmo em seus sonhos. Os pais decidem se mudar de "Leopoldina" para "São João Del Rei" e por mais que Nícolas não queira deixar os amigos para trás, tem a esperança de que ao se mudar, Loui deixe ele em paz. Será que depois de anos o Palhaço Medonho vai finalmente parar de atormentar o garoto?



Fiz meu "breve resumo" (e como sempre não teve nada de breve) sobre o conto, agora é a hora que dou minha humilde opinião.
Primeiro eu quero falar sobre a revisão e a gramática desse conto. Não tem nem o que falar, o conto (assim como o resto do livro) tem excelente revisão, juro que tentei me lembrar de qualquer errinho na leitura, mas não tem, sério fofoqueiros, está impecável. Agora sobre a escrita, os autores buscarão uma linguagem mais simples e informal, de maneira que o leitor se sente realmente próximo do narrador e isso deixa a leitura ainda mais rápida, quando você se der conta já está lendo o próximo conto. Parabéns aos dois, trabalho feito com amor.


Falando do enredo e desenvolvimento. Contos geralmente são rápidos de ler, por serem curtos e de pouca profundidade na história, mas na escrita desses autores, não a nada de superficial. A leitura flui de maneira fácil, mas nos deparamos com assuntos do nosso cotidiano, a ficção e a realidade de mãos dadas, tornando a aparência da história cada vez mais realista. Juro que em alguns momentos fiquei olhando pros quatro cantos do cômodo, só pra ter certeza de que o Loui não estava me espiando (sou muito destemida #SQN). Mais uma vez, palmas pros escritores.

Agora sim fofoqueiros, chegamos naquela parte que todos nós gostamos, quem nunca escolheu um livro pela capa? Atire o primeiro marcador quem nunca errou. Falamos sobre um pouquinho de tudo, mas agora vamos fofocar sobre a aparência do livro, que está simplesmente assustadora de tão linda. Gente olha essa capa, falem a verdade, dá medo só de olhar, e por dentro o livro está ainda mais belo, com imagens pra cada conto, separando-os com paginas pretas. As fontes também estão espetaculares, cada detalhe adiciona ainda mais qualidade a esta obra, fala sério gente, sonho de consumo esse livro. Imagem as vezes fala mais que palavras, então vejam abaixo e comprovem.







Chegou a hora de fofocar sobre os personagens, escolhi 2 personagens, até porque não quero contar tudo pra vocês (apesar de ser uma fofoqueira), quero que fiquem curiosos e leiam Loui. Vamos lá:


Nícolas Otávio→ Um jovem amedrontado por um palhaço maldito, que vive atormentando o pobre do garoto. Com pais que não enxergam o que acontece a ele e amigos fiéis, mas que logo estarão a km de distância. E mesmo com tudo isso, Otávio não é um garoto mal e mantem a esperança de que tudo pode mudar para melhor.

Loui→ Como descrever um ser tão maligno? Esse palhaço atormenta não só o Nícolas, mas várias almas pelo mundo. Sempre informado, o Loui sabe os teus maiores segredos e medos e irá usar isso contra você, até que você ceda a chantagem psicológica e faça exatamente o que ele quer. Mas aviso, o que ele planeja pra você, é bem pior do que quaisquer coisas que você possa imaginar.


Como eu tinha dito a vocês, o conto fala sobre problemas presentes em nossa "sociedade" e que precisam ser discutidos.
Como a relação falha entre pais e filhos:


"Apesar de o garoto sofrer na casa de Leopoldina e o desespero noturno já estar estampado em sua cara, os seus pais não sabiam sobre Loui. Na verdade, Ângela e Diogo não sabiam nada sobre o pequeno Nícolas. Nem sobre os seus pesadelos. Nem sobre os seus medos. Os pais eram tolos e distraídos, não sabiam sequer a cor favorita do filho, ou a roupa que ele usara no último aniversário, ou as notas que tirou no bimestre escolar. Não, eles não sabiam de nada! Eram grandes idiotas."

Também encontrei um trechinho que fala sobre pedofilia:

"O homem pediu ajuda com uma caixa de bebidas que precisava levar - aliás, eram duas caixas. Não se sabe o que eles fizeram por lá, mas Phil demorou para voltar e, quando finalmente retornou para Leopoldina, tinha duas notas de cem. (...)Todos imaginaram que o homem fosse pedófilo, que curtia pegar garotos pelo caminho e os levar para dentro de uma casa recheada de jogos, doces e sorvete. E, mesmo que ele não fosse, tinha tudo para ser. O visual era esquisito, o intelectual poderia ser fixo em crianças ou garotos... era bonzinho demais!"


Como vocês podem ver, Loui não é apenas amedrontador, mas também reflexivo. E para deixar vocês com mais medo (porque sou dessas) vou deixar aqui um quote que finaliza o 1˚ conto:

"Não fechem a porta. Não apaguem as luzes. Eu posso estar do seu lado, debaixo da cama ou dentro do armário. Você não me vê? Olhe bem, procure nos cantos da sua casa, tenho certeza que você verá um palhaço feliz, pronto para te levar direto ao paraíso. É melhor que você não durma esta noite. Pode ser muito perigoso."

Eita, sentiram a tenção?


Indico o livro Loui O Palhaço Medonho e Outros Contos Sombrios, para os amantes do terror, aqueles que mesmo sendo medrosos (como eu) gostam de uma dose extra de medo e aqueles que sabem apreciar uma boa trama de terror escrita com maestria por seus autores. Boa leitura!


Gostaria de agradecer aos autores Leonardo Otaciano e ao Matheuz Silva pela confiança que depositaram no meu trabalho, obrigada por confiaram sua obra a mim para que eu pudesse com toda a minha sinceridade dizer a todos vocês minha humilde opinião. Um beijo pra vocês de uma fofoqueira que admira o trabalho lindo de vocês, desde a capa até o enredo desse livro, foi pensado e feito com todo carinho. Meu muito obrigado!


Alguns links interessantes:
Grupo dos fãs do autor Leonardo Otaciano→ https://facebook.com/groups/1006507816047219
Perfil do autor no Skoob→ https://www.skoob.com.br/autor/14561

Email do autor Matheuz Silva→theuzjn11@gmail.com


Espero que vocês tenham gostado fofoqueiros. Um beijo e até a próxima fofoca!

10 Comentários

  1. Kah, estou aqui com o sorriso de orelha à orelha depois de ler sua resenha. Só tenho a agradecer, em nome de Matheuz também, pela sinceridade e alta capacidade de percepção que você tem ao ler as obras. Buscou, além de toda a gama de terror e suspense da obra, o centro, o objetivo principal de todo o contexto macabro da antologia.

    Personagens, ambientação, objetivos e técnica de escrita não passaram desapercebidas na sua resenha, parabéns pela diferença que fazes.

    Grato por demais. Obrigado por abrir as portas e não apagar as luzes para Loui e seus amigos sombrios.

    Beijos nossos.

    Léo Otaciano,
    Autor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada querido Leo. Que bom que minha humilde resenha deixou vocês felizes, realmente tentei chegar a fundo na história e não apenas analisar pela superfície. Apenas reconheci um trabalho magnífico que é Loui O Palhaço Medonho e Outros Contos Sombrios. Suas palavras me deixam emocionada, nada melhor do que saber que as pessoas gostam do que fazemos. Um grande abraço querido amigo e até a próxima fofoca. Beijinhos!

      Excluir
  2. Muito bom! Eu ganhei o livro do autor e realmente os contos são maravilhosamente medonhos. Parabéns pela resenha kalita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Érica, você sempre marcando presença por aqui. Os contos realmente são assustadores. Obrigada, Beijinhos!

      Excluir
  3. Muito boa sua resenha Kalita! A obra é uma das melhores do Leonardo e, juntamente com seu filho fizeram um livro excelente. Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luciano, sempre bom ter sua presença por aqui. Realmente o livro foi escrito de maneira genial. Beijinhos!

      Excluir
  4. Parabéns Kali,tem muito talento,ama o que,vc vai longe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mari, é bom ter sua presença aqui no blog, volte sempre. Beijinhos!

      Excluir
  5. Kalita, que resenha incrível! Fiquei curioso pra conhecer o livro depois da tua resenha. Gosto muito do teu trabalho, adoro o blog. Parabéns,jamais desista. Um abração, Dieison, do RS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, leia o Loui, você não vai se arrepender. Obrigada pelo incentivo, é sempre bom ter leitores como você aqui no blog. Beijinhos!

      Excluir

Olá, tudo bem? Espero que sim. Sua visita é uma alegria para mim, mas ficaria muito mais feliz com um comentário seu.
Beijinhos!